PRESIDENTE FRANCISCO GUTERRES LÚ OLO SAÚDA CORPO DIPLOMÁTICO E DESTACA ESPÍRITO DEMOCRÁTICO TIMORENSE

by Mídia PR Posted on

 

Díli, Palácio Nobre de Lahane, 23 de fevereiro de 2018 – O Presidente da República Francisco Guterres Lú Olo destacou hoje a importância da democracia, durante a receção de boas vindas que ofereceu ao corpo diplomático.

O Chefe de Estado agradeceu também à comunidade internacional a assistência que tem dado à consolidação e desenvolvimento do país, afirmando que “o apoio dos nossos parceiros é altamente valorizado pelos timorenses”.

“A democracia em Timor-Leste é uma filha amada da Restauração da Independência, resultado direto da luta do nosso povo”, afirmou o Chefe de Estado às dezenas de diplomatas e outros convidados presentes no Palácio Nobre de Lahane, em Díli.

O Chefe de Estado elogiou as realizações democráticas de Timor-Leste. “A Independência trouxe pela primeira vez a esta terra o Estado de Direito, as liberdades e garantias que asseguram o respeito pela dignidade dos cidadãos”, disse.

O Presidente sublinhou também que a democracia não é apenas votar. “A democracia é preciosa para nós. Mas não se resume à escolha dos dirigentes. A democracia tem de ser vivida por todos os cidadãos na defesa dos seus direitos, designadamente o direito a viver melhor na sua própria terra”, afirmou.

“O país vive um ambiente de estabilidade e paz porque os timorenses não toleram desperdiçar os ganhos que juntos alcançámos nos últimos 15 anos e não toleram a desestabilização.”, acrescentou o Chefe de Estado.
Sobre as negociações em curso para delimitação das fronteiras terrestres e marítimas, o Presidente reafirmou a confiança do país na negociação e no diálogo.

“Timor-Leste tem manifestado sempre confiança nas relações de amizade e boa vizinhança e nas potencialidades do diálogo e da negociação”, acentuou.

“Na negociação sobre recursos, temos sempre presente a prioridade de desenvolver know-how nacional para dar corpo à nossa visão de uma economia que acrescenta valor aos recursos naturais nacionais”, sublinhou o Presidente da República.

“Só assim, poderemos tornar-nos um país de rendimento médio-alto até 2030, e contribuir mais para a inovação, dinamismo e prosperidade da nossa região”, disse.

“Só desse modo poderemos, todos nós, contribuir para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da comunidade internacional, relativamente aos quais o empenhamento de Timor-Leste é total”, acrescentou o Presidente Lú Olo.

O Presidente da República acentuou ainda que o diálogo tem contribuído para reforçar as relações de amizade com os países vizinhos.

“Essa confiança e persistência no valor do diálogo têm saído reforçadas dos processos de negociação das fronteiras, que têm contribuído para reforçar a amizade e solidariedade que existem há muito entre os nossos povos e, no caso da fronteira marítima, com o governo e o povo da Austrália”, declarou o Presidente da República.

No final da intervenção, os convidados presentes acompanharam o Presidente Lú Olo num brinde pelo “aprofundameto do diálogo e da cooperação internacional, para reforço da paz e do bem estar dos povos”.

Media PR