MENSAGEM DE SUA EXELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA AO POVO

by Mídia PR Posted on

Palácio Presidente Nicolau Lobato, Dili, 9 de Abril de 2018

 Povo de Timor-Leste.

Cidadãos e cidadãs!

Irmãos e irmãs espalhados pelo nosso país e em terras distantes!

É com grande satisfação que me dirijo a vós, de novo, enquanto Presidente da República, para falar sobre um dia importante para o Estado e para a vida do povo timorense. Refiro-me ao dia 12 de maio de 2018 – dia em que todos somos chamados de novo às urnas.

Como Presidente da República, decidi convocar eleições antecipadas, apelando ao povo de Timor-Leste, detentor do poder político, para reflitir mais uma vez sobre qual a força política que melhor serve o país nesta segunda fase da nossa luta pela libertação: pela redução da pobreza e da miséria na nossa amada terra de Timor-Leste.

Acredito que as eleições antecipadas vão contribuir para o aprofundamento da nossa democracia. O povo de Timor-Leste irá, mais uma vez, demonstrar a sua maturidade política. Timor-Leste será, mais uma vez, alvo da admiração da comunidade internacional, enquanto país que mostra também o caminho da democracia verdadeira na nossa região, e como povo que sabe viver em paz, não obstante terem passado só 16 anos, desde que nos tornámos independentes.

Vamos todos ajudar a PNTL e as F-FDTL a manterem a paz e a estabilidade. Vamos todos ajudar a CNE e o STAE nas responsabilidades que lhes competem para garantir eleições livres e Justas.

Irmãos e irmãs!

A campanha eleitoral, entre 10 de abril a 9 de maio, permite aos partidos políticos e coligações disputar o voto popular. Essa disputa pode trazer alguma exaltação, fazer alguns esquecer o seu sentido de dever e o compromisso de respeito mútuo.

Por isso, apelo às forças políticas para que baseiem as suas críticas nas políticas e programas – e não em ofensas à dignidade. Os líderes dos partidos e coligações têm o dever de, especialmente perante as gerações mais novas, apontarem o caminho do respeito pelos adversários politicos, como pessoas investidas de plenos direitos.

Acredito que o Pacto de Unidade Nacional, assinado a 7 de abril, é um compromisso sincero dos partidos e coligações. Espero que seja respeitado por todos, para podermos continuar a reforçar a democracia, a paz e a estabilidade.

Irmãos e irmãs!

O vosso voto é fundamental! O vosso voto é um voto de confiança e de poder no partido, ou coligação de partidos, que irá formar governo nos próximos cinco anos.

Participemos nas eleições a 12 de maio de 2018!

Votemos para escolher o programa que trará mais bem-estar para todos!

Escolhamos o partido ou coligação com a melhor política de desenvolvimento!

Votemos pelo nosso futuro! É tempo de olharmos em frente! 

Obrigado! (-FIM.)