PRESIDENTE DA REPÚBLICA RECEBE CREDENCIAIS DOS EMBAIXADORES DA FINLÂNDIA, REINO UNIDO E POLÓNIA

by Mídia PR Posted on

Palácio Presidencial Nicolau Lobato, Díli, 16 de julho de 2019

O Presidente da República Francisco Guterres Lú Olo recebeu hoje as credenciais do novo embaixador da Finlândia, Jari Sinkari, do novo embaixador do Reino Unido, Owen John Jenkins, e da nova embaixadora da Polónia, Beata Stoczynski, que vêm reforçar as relações de cooperação e amizade com Timor-Leste.

O Reino Unido e Timor-Leste assinaram protocolos de cooperação nas áreas do ensino da língua inglesa a diplomatas e da educação através da atribuição de bolsas de estudo Chevening e da organização de visitas de estudo. O Reino Unido tem apoiado também o país no âmbito do Plano de Desenvolvimento Nacional e desempenha desde 1999 um papel fundamental na reconstrução de Timor-Leste através do financiamento da Comissão de Acolhimento, Verdade e Reconciliação e das Comissões de Veteranos e do destacamento de assessores jurídicos para formar as F-FDTL.

Na ocasião, os embaixadores Owen John e Jari Sinkari salientaram a importância da educação para o desenvolvimento e prosperidade de um país. Jari Sinkari adiantou ainda que as alterações climáticas estarão no topo da agenda da presidência do Conselho da União Europeia pela Finlândia ao longo dos próximos seis meses.

A embaixadora da Polónia, Beata Stoczynski, mostrou-se igualmente empenhada em fortalecer as relações bilaterais através da formação de diplomatas timorenses e da atribuição de bolsas estudos, entre outros projetos. Beata Stoczynski lembrou que os dois países partilham os mesmos valores cristãos e disse que ficou muito satisfeita por ver a estátua do Papa João Paulo II em Díli em memória da sua visita ao país em 1989.

O Presidente da República Francisco Guterres Lú Olo tomou a ocasião para manifestar o seu apreço pela vontade dos países de reforçar os laços de cooperação estabelecidos desde 2002.

No encontro de cortesia com os embaixadores da Finlândia e do Reino Unido, o Chefe de Estado lembrou que o ser humano deve estar no centro do desenvolvimento.

Perante a embaixadora da Polónia, o Presidente da República referiu que a visita do Papa João Paulo II foi um ponto de viragem na luta pela libertação nacional, porque mudou a perceção internacional relativamente à causa de Timor-Leste.

 

MÉDIA PR