Díli, 23 março, 2017 – S.E. o Presidente da República, Taur Matan Ruak, lamentou esta quinta-feira a morte da senadora japonesa Tomiko Okazaki que faleceu na passada semana, a 19 de março, aos 73 anos.

“Foi com grande consternação que tomei conhecimento do falecimento de Tomiko Okazaki. Foi a partir do Japão e de Nova Iorque que a Sr.ª Okazaki se dedicou à luta pela libertação de Timor-Leste. A sua morte representa uma grande perda para Timor-Leste. Em meu nome e em nome do Povo de Timor-Leste gostaria de expressar sentidas condolências e solidariedade com a dor da família da Sr.ª Okazaki. A sua dedicação e apoio à luta pela independência de Timor permanecerão para sempre nos nossos corações.”

Tomiko Okazaki nasceu a 16 de fevereiro de 1944 na cidade de Fukushima. Foi membro do Partido Democrático do Japão e membro da Câmara de Conselheiros da Dieta nipónica desde 1997. Em 1980 lutou pelo reconhecimento da independência da RDTL, tendo inclusive recuperado o tétum através da Darwin Tetun School. A 9 de setembro de 2015, Tomiko Okazaki, por quem muitos timorenses – incluindo Kay Rala Xanana Gusmão e o atual Chefe de Estado Taur Matan Ruak – nutriam grande estima, foi condecorada com a Ordem de Timor-Leste em Tóquio. FIM