S.E. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA REÚNE-SE COM O PREZIDENTE REPÚBLIKA HALA’O ENKONTRU HO BLOKU KOALIGASAUN NO PARTIDU OPOZISAUN

by Mídia PR Posted on

Díli, 4 fevereiro, 2015 – S.E. o Presidente da República Taur Matan Ruak reuniu-se esta terça-feira, no Palácio Presidencial, com os três partidos da coligação formada pelo CNRT, PD e pela Frente Mudança e, na quarta-feira, com o partido de oposição Fretilin. Em ambos os encontros foi discutido o plano de remodelação do Governo e ainda a possível resignação do Primeiro-Ministro Kay Rala Xanana Gusmão.

No primeiro dia de reunião, estiveram representados os seguintes partidos:

– Conselho Nacional de Resistência Timorense, representado pelo Secretário-Geral do partido, Deonisio Babo, e o representante do CPN, Francisco Kalbuady.

– Partido Democrático, representado pelo seu presidente, Fernando Lasama de Araujo, e o Secretário-Geral, Mariano Asanami Sabino, e ainda

– Frente Mudança, representado por José Luis Guterres e o Secretário-Geral Jorge da Conceição Teme.

No dia seguinte, S.E. o Presidente da República reuniu-se com o presidente do partido Fretilin, Dr. Francisco Guterres Lú Olo, e o Secretário-Geral, Dr. Marí Alkatiri.

No final do primeiro dia de reunião, o presidente do Partido Democrático, Fernando Lasama de Araujo, disse que confirmou a remodelação do bloco ao Presidente da República e que já falaram com o Primeiro-Ministro. Lasama de Araujo referiu ainda que o Presidente da República lhes pediu que continuassem a debater o assunto e que se mostrou disponível para continuar a recebê-los.

Em declarações à imprensa no final do seu encontro com o Chefe de Estado, o Secretário-Geral da Fretilin, Dr. Marí Alkatiri, reiterou que é necessário que o Presidente da República ouça todos os partidos que não integram o Governo, nomeadamente a Fretilin, antes da tomada de posse dos novos membros do Governo.

O ex-Primeiro-Ministro do I Governo Constitucional referiu ainda que a Fretilin irá continuar a garantir a estabilidade e a paz em Timor-Leste, mas que apoia a remodelação, defendendo a redução do número de membros no Governo.